Nutrição e esporte são duas áreas que se complementam entre si, e é difícil pensar em um sem abordar o outro. Cada vez mais brasileiros estão praticando atividades físicas, segundo a pesquisa Vigitel, que mostrou que 33,8% de pessoas com mais de 18 anos realizam exercícios físicos programados diariamente. Isto representa um crescimento de 12,6%, em relação aos últimos 5 anos.  De 2012 para 2013, a porcentagem de mulheres que escolhem a musculação como atividade, aumentou em relação aos homens, sendo em torno de 19,56%, contra 18,46%.

Diante deste cenário, a atenção com a alimentação equilibrada está cada vez mais crescente, para promover a oferta de nutrientes que suprem as necessidades aumentadas destas pessoas, e que potencialize os seus resultados. O aporte de oxigênio para o tecido muscular, o fornecimento de energia para as vias anabólicas e o estímulo hormonal durante a atividade, necessitam de compostos específicos encontrados nos alimentos.

O destaque neste caso é para os alimentos ricos em aminoácidos essenciais, antioxidantes, fibras e carboidratos de rápida e lenta absorção. Todos possuem influência na síntese proteica, recuperação do músculo fadigado e recomposição do glicogênio perdido durante a atividade. Cabe ressaltar a qualidade nutricional dos cogumelos e algas, que ganharam relevância na dieta de muitas pessoas, principalmente pelos benefícios metabólicos promovidos por suas composições fitoquímicas.

Os esportes e exercícios físicos de alta intensidade, como por exemplo os de endurance, quando realizados constantemente e diariamente, aumentam a necessidade de componentes nutricionais específicos para aumentar suas defesas imunológicas, a fim de manter e aumentar as performance esportiva. Para isso, torna-se necessária uma alimentação rica em compostos bioativos como resveratrol, presente nas uvas e frutas vermelhas, alicina, encontrada no alho, catequinas, advindas do chá verde e ácido elágico, na romã, ambos atuando como imunomoduladores para minimizar todo esse estresse decorrente da atividade extenuante. Além disso, a Galena promove uma ajuda extra com o suplemento PeakO2TM, um poderoso ativo combinado de seis espécies de cogumelos adaptógenos cultivados em aveia orgânica para a melhor conservação dos seus componentes funcionais, que possibilita a adaptação do organismo, frente aos estresses físico e mental, vindos do esporte de alta intensidade. Apresenta em sua composição vitamina D2 e betaglucanas, em especial, a L-Ergotioneína, que proporciona ao atleta o aumento do aporte de O2, elevando sua resistência e imunidade.

Associado a ele, pode-se utilizar o I-Plus®, uma alga-marrom pura e seca, que possui minerais, vitaminas, polifenóis, florotaninos e uma alta concentração de iodo biodisponível, que representa uma solução natural para quem se exercita regularmente e procura o estímulo do metabolismo energético, além de também equilibrar os hormônios da tireoide, que desempenham importante papel na síntese de proteínas musculares, gasto de energia e na regulação da temperatura corporal. Pensando em completar a suplementação, um terceiro ativo pode ser combinado: Teacrine®, com alta concentração do alcaloide teacrina, favorece que melhorem os processos metabólicos fornecedores de energia e aumento da concentração e foco. Esta eficiente associação é denominada de Maxxi Trio, que devido a sinérgica entre os ativos promove ao atleta o máximo desempenho físico e mental.

 

REFERÊNCIAS

BRASIL. Ministério da Saúde. VIGILÂNCIA DE FATORES DE RISCO E PROTEÇÃO PARA DOENÇAS CRÔNICAS POR INQUÉRITO TELEFÔNICO – VIGITEL. Disponível em: < https://biavati.files.wordpress.com/2014/05/vigitel-2013.pdf>. Acesso em: 26 mai. 2017.

 LITERATURA DO FABRICANTE – Lâminas dos ativos.

PASCHOAL V., MARQUES, N., BRIMBERG, P., DINIZ, S. Suplementação funcional magistral. 1ed.  São Paulo: VP editora, 2009.

 Dica Galena: A ação sinérgica entre os ativos promove ao atleta o máximo desempenho físico e mental. Teacrine® aumenta a energia física e mental, melhora concentração e o foco, além de diminuir a sensação de fadiga. O I-Plus® Algea estimula a termogênse, por conter iodo, favorecendo a energia, potencializando a ação do Teacrine®. PeakO2™ promove maior adaptação dos atletas durante os exercícios, maximizando a duração do exercício, aumentando a resistência e o tempo para a exaustão.

(16)