Viver no “piloto automático” é comum no cotidiano da maioria das pessoas. As cobranças diárias com trabalho, família e outras diversas situações conflitantes na rotina geram um grande impacto na qualidade de vida e, consequentemente, um aumento progressivo do estresse.

 Mindfulness é conhecida como a “busca pela atenção plena”. Tem sido aplicada nos Estados Unidos e na Europa para melhorar a saúde física e psicológica, além de contribuir para redução do estresse. É formada por diversas técnicas associadas ao equilíbrio entre corpo e mente, que envolvem a meditação e a alimentação com foco. Essas técnicas estão cada vez mais integradas e sendo realizadas pelo mundo todo, também, vêm sendo classificadas como métodos eficazes para lidar com as emoções e as situações de estresse no dia a dia.

Adotar a atenção plena também pode ser uma forma relevante no combate à obesidade e aos transtornos alimentares, logo, gerando uma conscientização sobre os gatilhos emocionais e outros fatores desencadeantes da ingestão alimentar compulsiva. Nesse caso, a prática mais eficiente a ser adotada em tratamento é o Mindful Eating, que se caracteriza como a alimentação consciente que proporciona uma abordagem eficaz para controle de peso e alterações metabólicas no corpo, por meio de ações dedicadas ao “comer com atenção”, ou seja, em locais apropriados, sem distrações e com o foco total no alimento e na mastigação.

O mal do estresse no corpo

 O Brasil é o país que ocupa o segundo lugar com relação às pessoas com alto índice de estresse, de acordo com a pesquisa do International Stress Management Association (ISMA – Brasil). A pesquisa, realizada com mil pessoas em Porto Alegre e São Paulo, considerou que 70% dos brasileiros sofrem com estresse, que vem sendo considerado um “mal do século”. Definido como a soma de respostas físicas e mentais causadas por determinados estímulos externos, pode estar associado ao fato de que, por milhões de anos, o ser humano se adaptou biologicamente a um estilo de vida diurno e não sedentário, mais lento do que encontramos nos dias atuais, especialmente nas grandes cidades. O excesso de ruídos, as luzes artificiais que prejudicam a qualidade do sono, a falta de exercício físico, a poluição e o excesso de informações e preocupações são outros exemplos de fontes de estresse no mundo moderno.

O ciclo vicioso do estresse também é caracterizado por uma inflamação no tecido dos vasos sanguíneos. O endotélio é o centro da reação inflamatória que é iniciada por uma expressão aumentada de citocinas, como fator de Necrose Tumoral (TNF-α). Esse aumento da expressão do TNF-α ativa a expressão de moléculas de adesão, como a molécula de adesão intercelular-1 (ICAM-1), que estão amplamente envolvidas no processo inflamatório. Assim, ocorre o recrutamento de leucócitos que ativam a produção de citocinas (TNF-α) e a inflamação torna-se acentuada. As situações repetidas de estresse potencializam o processo inflamatório, ressaltando que mudanças comportamentais e psicológicas podem contribuir para minimizar esses efeitos. Confira a figura 1 que representa esse mecanismo:

Figura 1 – Mecanismo da inflamação no desenvolvimento do estresse.

 

Mindfulness e Complementação magistral: combinação eficiente para reduzir o estresse

 O intuito principal de se praticar Mindfulness em um atendimento nutricional é trazer subsídios para manter o foco do paciente naquele presente momento. Essa prática pode ser personalizada para se adequar ao tempo, ao ritmo, aos horários, às responsabilidades e aos locais de cada um, em busca de ser mais assertivo e gerar maiores resultados. Para entender melhor, um estudo avaliou os efeitos da meditação baseada em um método de “meditação da compaixão”, sobre o sistema imunológico e concentrações de hormônios relacionados ao estresse, em 61 voluntários saudáveis. Esses foram distribuídos em dois grupos: um baseado em meditação da compaixão e um que abordava temas gerais de saúde. Ambos passaram por um teste de estresse social. O grupo que participou 6 semanas da prática meditativa apresentou menores índices de interleucinas pró-inflamatórias responsáveis por potencializar o estado de estresse, ressaltando que a prática pode contribuir para equilíbrio endócrino e imunológico, sendo necessários mais estudos para sua total confirmação. Apesar de indicar a necessidade de mais evidências, destaca-se a eficácia desse tipo de intervenção em diferentes situações clínicas.

Outra maneira de reduzir o estresse de forma saudável e natural é por meio de ativos magistrais especializados. A Galena®, pioneira nesse ramo, traz ao mercado o Serenzo™, um extrato obtido a partir do Citrus sinensis (laranja) com alta concentração de D-limoneno. Esse composto fitoquímico é responsável pelas propriedades terapêuticas do ativo, sendo uma alternativa natural para o gerenciamento do estresse e a diminuição das manifestações fisiológicas causadas em todo o organismo, além de melhorar alterações de humor para aumento da qualidade de vida pessoal e profissional. É padronizado em 20% de D-limoneno e atua diretamente no mecanismo de regulação do estresse.

 De acordo com a descrição da figura 1, estudos científicos comprovam que o Serenzo™ age potencialmente na diminuição de fatores negativos induzidos pelo estresse devido à combinação de dois mecanismos de ação: redução de fatores inflamatórios, por meio da inibição da expressão de ICAM-1 (molécula de adesão com caráter pró-inflamatório), que leva à diminuição da liberação de cortisol; e redução dos sintomas gerados pelo estresse, como aceleração dos batimentos cardíacos, dificuldade de respiração, insônia, alteração de humor e irritabilidade e problemas gástricos.  Diante disso, Serenzo™ pode ser considerado um ativo com atuação tanto em nível fisiológico quanto em nível comportamental.

 

Gráfico 1 – Itens avaliados no estudo.

 

Após 12 semanas, a intervenção com Serenzo™ diminuiu em um valor estatisticamente significativo, em todas as pontuações dos questionários aplicados, e confirmou sua excelente propriedade contra o estresse. Além disso, ele também pode reduzir em 50% os itens da Escala de Ansiedade de Hamilton (HAM-A) em termos de preocupações e tensões no dia a dia. Em torno de   95% dos pesquisadores e 87,5% dos voluntários consideraram o Serenzo™ como um ativo eficiente e a sua tolerabilidade excelente. Veja graficamente o resultado:

  

Gráfico 2 – Resultados do questionário da Escala de Ansiedade de Hamilton.

 

 

A adequação magistral na rotina é uma forma comprovadamente eficaz para modular o estresse. O Serenzo™ é um ativo que pode garantir esse benefício por promover o alívio da ansiedade, melhora do humor e bem-estar, diminuição da irritabilidade e minimização de processos inflamatórios desencadeados pelo estresse. Sua prescrição deve ser destinada a farmácias de manipulação, de acordo com a individualidade bioquímica e avaliação nutricional do paciente, feita por profissional capacitado em atendimento clínico.

 

REFERÊNCIAS

 MILLER, K. et al. Comparative Effectiveness of a Mindful Eating Intervention to a Diabetes Self-Management Intervention among Adults with Type 2 Diabetes: A Pilot Study. J Acad Nutr Diet., v. 112, n. 1, p. 1835-1842, nov. 2012.

SALVO, V. et al. Mindfulness as a complementary intervention in the treatment of overweight and obesity in primary health care: study protocol for a randomised controlled trial.. Trials, v. 19, n. 277, p. 1-14, 2018.

SCOTT, S. et al. The Effects of Stress on Cognitive Aging, Physiology and Emotion (ESCAPE). Project. Psychiatry, v. 15, n. 146, p. 1-14, 2015.

THADDEUS, W. et al. Effect of Compassion Meditation on Neuroendocrine, Innate Immune and Behavioral Responses to Psychosocial Stress. Psychoneuroendocrinology., v. 34, n. 1, p. 87-98, jan. 2009.

 

 

Posologia: Administrar 1 dose ao dia.

Comentário Galena: Serenzo™ diminui os marcadores inflamatórios, principalmente TNF-alfa, e contribui para modular o cortisol e reduzir a ansiedade e o estresse.

Posologia: Tomar 1 dose, 2 vezes ao dia.

Comentário Galena: Neuravena® contribui para a melhora do desempenho cognitivo em situações estressantes e tem seu efeito aumentado pela potente ação antioxidante do Dimpless®. Serenzo™ modula os níveis de cortisol e, por isso, favorece a diminuição da irritabilidade e da ansiedade, diminuindo o estresse excessivo. A L-Theanina promove ação relaxante, mas sem causar sedação, mantendo a atenção e disposição.

(111)