Fibregum B® é uma fibra prebiótica bifidogênica natural, purificada e de origem 100% vegetal. É obtida a partir da goma acácia, sendo extraída do caule e dos ramos de árvores de acácia (Leguminosae), que crescem principalmente na região do Sahel, na África. A goma acácia é rapidamente solúvel em água, considerada pelo FDA (Food and Drug Administration) como uma das fibras dietéticas mais seguras. Atua no aumento da produção de ácidos graxos de cadeia curta (AGCC), que induzem mudanças positivas na microbiota intestinal, como o aumento dos gêneros Bacteroides e Bifidobactéria e a redução do gênero Clostridium. Todos os efeitos do Fibregum B® partem quase exclusivamente da produção de AGCC, principalmente butirato, propionato e acetato, favorecendo o controle do peso, o equilíbrio da microbiota intestinal e a redução da glicemia e da constipação.

Outra característica única dessa fibra é o seu tipo de fermentação bacteriana, que demonstrou ser de forma lenta e gradual ao longo das três semanas de estudo, além de estar presente nos três cólons: no ascendente e principalmente no transverso e no descendente. Geralmente, as fibras prebióticas (como o FOS) são fermentadas rapidamente na primeira porção colônica e geram efeitos colaterais como distensão abdominal, flatulência e cólicas. Entretanto, devido ao efeito prebiótico mais lento e gradual, esses efeitos não são observados com Fibregum B®.

Controle e manutenção do peso corporal com fibras

A microbiota intestinal se diferencia entre indivíduos considerados magros, com sobrepeso e obesos e, ainda, naqueles que possuem hábitos alimentares diferentes. Estudos demonstram que dieta, inflamação e resistência à insulina são, em parte, mediadas pela composição de bactérias intestinais, em que diferentes mecanismos têm sido propostos para explicar a ligação entre a microbiota intestinal, o sobrepeso e a obesidade.

 

Possuem ação no controle e na manutenção do peso por mecanismo indireto, induzindo a liberação de neuropeptídeos que atuam na sensação de saciedade. De acordo com um estudo publicado na revista The American Journal of Clinical Nutrition, em novembro de 2009, a fermentação bacteriana dos prebióticos resulta no aumento da secreção de dois neuropeptídeos intestinais (GLP- 1* e peptídeo YY) que aumentam a sensação de saciedade por modular dois importantes neurônios. Os neuropeptídeos intestinais inibem o neurônio NPY/AgRP**, responsável pela ingestão alimentar, e estimulam o neurônio POMC/ CART***, responsável pela diminuição da ingestão alimentar.

Conheça mais sobre seus benefícios na microbiota intestinal

Saúde intestinal e aumento da imunidade

A obstipação é uma das doenças mais frequentes no sistema gastrointestinal e está associada ao trânsito intestinal lento, em que a alimentação inadequada, o baixo consumo de fibras, a diminuição ou perda do reflexo evacuatório e a vida sedentária exercem papel fundamental. A indicação de fibras solúveis e insolúveis em quantidade adequada aumenta o bolo fecal, por isso, as fibras têm sido usadas para aliviar os sintomas.

O intestino é um órgão em que ocorrem inúmeras reações imunológicas, incluindo a presença de anticorpos (como a imunoglobulina A secretora e várias células imunocompetentes dispersas na lâmina própria e epitélio ou organizadas em estruturas bem-definidas), que exercem papel fundamental na apresentação antigênica e na elaboração da resposta imune a microrganismos e proteínas da dieta.

 

Posologia: Administrar 1 sachê ao dia. Pode ser adicionado em alimentos in natura, como na banana amassada, em sucos ou água.

Dica Galena Nutrition: O mix de prebióticos amplia o efeito bifidogênico, aumenta principalmente a concentração de butirato no intestino, favorecendo o metabolismo intestinal e, como consequência, o organismo. Favorece o perfil da microbiota do indivíduo saudável e modula a microbiota com perfil obesogênico. Promove saciedade por estimular o neuropeptídeo GLP-1, modula a resposta insulinêmica, reduz a resistência à insulina, diminui a absorção de lipídeos e, consequentemente, o colesterol total.

Posologia: Adicionar o conteúdo de 1 envelope em um copo com 200ml de água.

Dica Galena Nutrition: A ação simbiótica favorece o metabolismo intestinal, promovendo efeitos benéficos em todo o organismo por meio dos produtos secundários derivados da fermentação dos prebióticos. Diminui a permeabilidade intestinal e os marcadores inflamatórios, manifestando efeitos benéficos no metabolismo da glicose, dos lipídeos e na melhora da imunidade.

(9)