Todos os dias o corpo é exposto a diversas substâncias prejudiciais, seja pelo meio ambiente poluído, ou pela alimentação desequilibrada. Tais fatores acabam levando ao acúmulo dessas substâncias, que comumente chamamos de toxinas ou xenobióticos e que podem influenciar negativamente na saúde em geral. Muito em alta, a detoxificação é o processo biológico realizado pelo organismo que tem por objetivo a eliminação ou redução desses compostos prejudiciais.

A detoxificação utiliza como via principal o fígado e o intestino, que são responsáveis por reações que inibem a atividade de toxinas e removem seu excesso no organismo. A maioria das toxinas possuem grande afinidade por lipídeos, e, por serem lipossolúveis, acumulam-se potencialmente nas células adiposas e são facilmente reabsorvidos pelo intestino, o que dificulta sua remoção. A ação detoxificante corporal auxilia potencialmente no processo de emagrecimento, por ser uma etapa do processo de bioconversão e excreção de metabólitos e espécies reativas de oxigênio que, quando realizada adequadamente com auxílio de alimentos específicos e ativos ou suplementos, promove a melhora das funções metabólicas e a manutenção do peso. As frutas cítricas, os legumes, as verduras e algumas oleaginosas e especiarias (gengibre, cebola, açafrão) são alguns exemplos de alimentos que auxiliam, de forma coadjuvante e indireta, no processo antioxidante e de eliminação de toxinas.

Esse processo detoxificante ocorre em nível celular e tecidual, tendo como principais objetivos o aumento da hidrossolubilidade de determinado xenobiótico, uma vez que a maioria se encontra na forma lipossolúvel acumulada no tecido adiposo. O processo descrito se apresenta em três fases: fase I, caracterizada pela biotransformação devido à ação de diversas enzimas presentes em nossas células hepáticas e extra-hepáticas, principalmente a do citocromo P450, o principal sistema enzimático que efetuará a bioativação da substância para a fase II, definida como a reação de conjugação das toxinas formadas na fase I, em moléculas hidrossolúveis capazes de serem excretadas. E por fim, a fase III, onde acontece o transporte da toxina, denominada de metabólito excretável, para a circulação ao seu destino de excreção final, seja pelas vias biliares, pelo tecido renal ou pelo intestino.

Para isso, utilizar-se de estratégias que auxiliem nesse processo e facilitem a eliminação desses compostos prejudiciais é fundamental dentro do conceito da nutrimodelação, afinal um corpo estruturado e saudável precisa estar em equilíbrio. No processo de emagrecimento, a quebra de tecido adiposo promove uma maior liberação de xenobióticos, visto que tendem a se acumular em células de gordura com mais facilidade. Nesse caso, associar uma alimentação equilibrada com ativos ou suplementos magistrais pode facilitar o processo detoxificante no organismo e consequentemente eliminar esses componentes tóxicos.

A modelação corporal, quando se fala em detoxificação, pode ser potencializada pela combinação de ativos da Galena. E esse processo começa com a perda de peso. Para isso utilizamos o Morosil® como o principal ativo envolvido. No conceito de nutrimodelação, isso ocorre principalmente pelo seu potencial na redução da gordura corporal, principalmente abdominal.  Uma vez que o processo de perda de peso acentuada gera uma maior liberação de compostos acumulados no tecido adiposo, a associação de Morosil® com Altilix™ e Cacti-Nea™ torna-se essencial para o processo de detoxificação durante e após o emagrecimento. É a fórmula completa para diminuir as toxinas acumuladas no organismo, devido à ação diurética do fruto do cacto Opuntia fícus indica com concentração abundante de nutrientes e fitoquímicos, a Cacti-NeaTM, favorecendo a eliminação do excesso de líquidos sem interferir nos níveis de eletrólitos. Além desses benefícios, a Cacti-Nea™ apresenta atividade antioxidante notável e promove aumento da expressão gênica de enzimas envolvidas com reações de fase II de detoxificação, como glutationa-S-transferase e quinonas redutases, e também auxilia na fase III da detoxificação, auxiliando na eliminação das toxinas hidrossolúveis. Por outro lado, o AltilixTM é um ativo natural oriundo das folhas da Cynara cardunculus L. var. altilis (DC), padronizado em altas concentrações de biocompostos detoxificantes, capazes de aumentar a performance hepática, favorecendo a detoxificação, já que possui altas concentrações de Ácido clorogênico, Luteolina-7-glucosídeo e Cinarina até 10 vezes maiores que extratos comuns do mercado. Assim, AltilixTM auxilia, portanto, na fase I e II da detoxificação, e junto ao Cacti-Nea™, elimina potencialmente as toxinas e promove o equilíbrio nutricional para prolongar o controle do peso.

 

Posologia: Administrar 1 dose ao dia.

Comentários: Altilix™ modula a expressão gênica de NRF-2 que estimula a síntese de superóxido desmutase, catalase e glutation peroxidase, atuando na FASE I da detoxificação, já que nesta fase há grande geração de radicais livres, além de exercer efeito importante pela ação antioxidante na estabilização da membrana dos hepatócitos. A Cacti-Nea™ age na fase II da detoxificação, por aumentar a expressão da glutation-S-transferase e quinona redutase, devido a composição em betalaínas, além de conter taurina. A Cacti-Nea™ e Altilix™ agem simultaneamente na fase III da detoxificação, pois aceleram a excreção de toxinas pela via renal e intestinal, respectivamente. Curculon (Curcuma padronizada em 95% de curcumina) possui excelente efeito anti-inflamatório que auxilia na detoxificação do organismo, e para favorecer um melhor resultado a associação com a piperin aumenta o tempo de meia vida do curculon.

Posologia: Administrar 1 dose ½ hora antes do almoço e jantar

Posologia: Administrar 1 dose pela manhã e no almoço.

Comentário: O Morosil® e o ID-alG™ possuem ação na redução da gordura por mecanismos diferentes e complementares, pois atuam sobre o tamanho dos adipócitos e pela absorção de carboidratos e gorduras, respectivamente, além de possuírem excelente ação antioxidante pela composição fitoquímica. O Green Tea contribui para ação termogênica, através do aumento das catecolaminas, pela inibição da COMT (uma das enzimas que degradam catecolaminas) além de estimular os receptores β adrenérgicos, aumento do HSL (lipase hormôno sensível),  atuando sinergicamente com o Morosil®. Altilix™ modula a expressão gênica de NRF-2 que estimula a síntese de superóxido desmutase, catalase e glutation peroxidase, atuando na FASE I da detoxificação, já que nesta fase há grande geração de radicais livres, além de exercer efeito importante pela ação antioxidante na estabilização da membrana dos hepatócitos. A Cacti-Nea™ age na fase II da detoxificação, por aumentar a expressão da glutation-S-transferase e quinona redutase, devido a composição em betalaínas, além de conter taurina. A Cacti-Nea™ e Altilix™ agem simultaneamente na fase III da detoxificação, pois aceleram a excreção de toxinas pela via renal e intestinal, respectivamente.

(31)