Nome CientÍfico: Native Type II Collagen Avian.
Dose usual: 40 mg/dia.

O corpo humano é capaz de realizar diversos movimentos, graças às articulações, que são uniões funcionais entre os diferentes ossos do esqueleto. Composta primariamente de colágeno tipo II, as articulações tem como função proteger contra os impactos e atritos decorrentes dos movimentos que comprometem principalmente a saúde dos ossos e articulações. Por isso, as patologias que acometem as articulações causando dor e perda de mobilidade, merecem atenção especial. Dentre essas patologias, a osteoartrose e a artrite reumatoide são as mais relevantes. Os tratamentos convencionais para essas desordens incluem analgésicos, anti-inflamatórios, opióides, glicosaminas e condroitinas, muito conhecidos, uma alternativa a esses tratamentos é a suplementação com colágeno não desnaturado tipo II.

MECANISMO DE AÇÃO

B2Cool® age através do processo de tolerância oral, tipicamente definida como a supressão específica de respostas imunitárias celulares e/ou humorais a um antígeno por administração prévia do mesmo pela via oral. Sendo assim, a suplementação em baixas doses de B2Cool® promove a indução de células T regulatórias (Tregs) presentes no tecido linfático associado ao intestino (GALT).

No lúmen intestinal, o colágeno tipo II não desnaturado não é absorvido, mas sim reconhecido pelas células do tecido linfático associado ao intestino e apresentado às células dendríticas (apresentadoras de antígenos). Estas ativam as células T regulatórias (Tregs) da periferia, as quais irão secretar citocinas anti-inflamatórias como IL-4, IL-10 e TGF-β, inibindo a ativação de células efetoras Th1, principais responsáveis pela indução da resposta inflamatória. A IL- 10 é capaz de impedir a cascata inflamatória provocada por TNF-α e IL-1β, relacionadas na patogenia da osteoartrite e artrite reumatoide, modulando a degradação de colágeno tipo II, na expressão de MMPs e na apoptose do condrócito.

Estudo IN VIVO Redução da Degradação de Colágeno

Através do método de ELISA por anticorpo especí co, foi analisada a quan- tidade de teleopeptídeo-C de colágeno tipo II (CTX-II) na urina de ratos com osteoartrite unilateral, induzida por injeção de monoiodoacetato (MIA) na articulação do joelho, após 14 dias de suplementação com B2Cool® 40 mg ou placebo. CTX-II é um peptídeo gerado através da ação da metaloproteí- nases (MMPs) sobre o colágeno tipo II e é considerado um biomarcador da degradação da cartilagem.

RESULTADOS

Análises bioquímicas da urina demonstraram que a indução por MIA de osteoartrite promove aumento em 2,5 vezes de CTX-II na urina e este é reduzido em 75% nos ratos tratados com B2Cool®.

RESULTADOS

Os animais suplementados com B2Cool® conseguiram suportar um peso maior sobre a pata com osteoartrite induzida, demonstrando um efeito analgésico melhor após 14 dias em relação à Glucosamina e ao placebo.

RESULTADOS

B2Cool® demonstrou maior efeito na redução de IL-1β em relação à Glucosamina e placebo, demonstrando ser eficaz na redução da inflamação e consequente melhora no desgaste articular.